Dia 13 de agosto é dia nacional de mobilizações, dia de ir pras ruas, é  momento de fortalecer a resistência, pelos nossos direitos, por mais empregos, é dia de fortalecer a vontade do povo através de manifestações no Piauí e no Brasil que dizem não a Reforma da Previdência, em defesa da educação e pela Liberdade de Lula.

A CUT Piauí, demais centrais e movimentos sociais organizam atos e paralisações na capital, onde  trabalhadores (as) ao lado de estudantes unificam a luta,  todos juntos contra as mudanças perversas do governo federal, mudanças que podem afetar para pior a vida de cada um.

“Nós estamos resistentes em defesa dos direitos conquistados, firmamos nosso compromisso de sermos contrarios as medidas adotadas por Bolsonaro que só trarão desemprego, defendemos  a luta por mais qualidade na educação, não aceitamos esse cenario de retrocessos, de perdas, e principalmente defendemos o direito que cada um de nós temos de  se aposentar, essas novas regras impostas por esse governo é uma afronta ao trabalhador e a trabalhadora, é um desrespeito aos pobres, portanto dia 13 é dia de povo nas ruas, não abrimos mão dos nossos direitos”, presidente da CUT Piauí – Paulo Bezerra.

É importante, relembrar que as manifestações chamadas pela CUT Piauí marcaram a história de luta pelos direitos e surtiram efeitos que somente a mobilização popular consegue alcançar, como na greve geral, em 28 de abril de 2017, em que conseguimos barrar a Reforma da Previdência, dentre outras.

Portanto, dia 13 de agosto é o dia para escrevermos uma nova página de mobilização e unificação de forças de resistência na luta por nossos direitos. Participe, converse com seus colegas de trabalho, organize seus familiares, mobilize o grêmio estudantil de sua escola e venha conosco pois juntos somos mais fortes.

Agenda de Luta:
13 DE AGOSTO DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÕES
Data: 13/8 (terça-feira)
Horário: às 8 horas
Local: INSS (Rua Areolino de Abreu)

Cut-PI

Artigos Relacionados
Leia mais em CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Acordo no TST suspende demissões dos trabalhadores da Dataprev

Trabalhadores serão cedidos ao INSS. Os aposentados que continuam trabalhando podem optar …