#NemPenseEmMeMatar: campanha que denuncia cultura feminicida é lançada nesta quinta

Embora o crime de feminicídio esteja no Código Penal desde 2015, o assassinato de mulheres – apenas por serem mulheres – cresce diariamente no Brasil. Ante essa realidade, o Levante Feminista contra o Feminicídio, frente suprapartidária, lança, nesta quinta-feira (25), a campanha “Nem Pense em Me Matar”, apoiada na ideia: “Quem mata uma mulher mata a humanidade!”.

A atividade inicial da campanha “Nem Pense em Me Matar” será realizada em evento online, das 10h às 12h30, nas redes sociais do Levante Feminista contra o Feminicídio, são elas: TwitterFacebook e Instagram

Com a hashtag #NemPenseEmMeMatar, a frente busca atingir um público amplo e disseminar a ideia de que a violência contra a mulher é um problema que afeta não só as famílias, mas a sociedade inteira.

Dados da pandemia

No primeiro semestre de 2020, ano em que a pandemia de covid-19 se alastrou pelo mundo impondo a necessidade de isolamento social, foi registrado aumento de 1,9% deste crime de ódio. Nos primeiros seis meses, foram mortas 648 brasileiras, a maioria negras e vivendo em desigualdade social.

Fonte: Brasil de Fato

NO PIAUÍ

O Levante Feminista no Piauí, realizará uma Live, seguindo a agenda da Campanha Nacional do Levante Feminista Contra o Feminicídio:

Artigos Relacionados
Leia mais em CUT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Anatel cria código 0304 para identificar ligações de cobrança

Medida segue os moldes do 0303, utilizado para o caso de telemarketing A exemplo do que já…