No dia 18 deste mês, a Comissão Nacional de Negociação da Fitratelp esteve reunida com representantes da Oi para, finalmente, dar início as negociações do ACT 2015/2016. A empresa adiou o quanto pode o início da negociação e quando esse dia chegou, ela se limitou a ladainha da CRISE.

A proposta absurda da empresa é simples: NADA DE REAJUSTE E MANTER O ACT 2014/2015 até o próximo ano. O único reajuste seria no tíquete alimentação que passaria de R$ 27,30 para R$ 28,80 apenas a partir de janeiro de 2016.

Não aceitamos essa conversa fiada e muito menos os trabalhadores (as) da Oi que estão esperando com grande ansiedade e expectativa essa campanha salarial. Não é possível que, após todo esse tempo, a Oi não tenha uma proposta digna para seus trabalhadores.

Uma nova reunião está agendada para o dia 26 de novembro, no Rio de Janeiro, onde esperamos que a empresa venha disposta a negociar e não apenas esperar que os trabalhadores aceitem essa história de CRISE.

Não somos palhaços e não temos pena da Oi. Queremos nosso reajuste e iremos lutar pelo nosso direito. Nesse momento é fundamental o engajamento e boa vontade de todos os trabalhadores e trabalhadoras da Oi. Vamos nos unir e fazer acontecer!

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

“Nossa Chapa” é eleita para conduzir o SINTTEL durante o quadriênio 2021-2025

Presidente eleito, Cochise Silva, reafirma compromisso de continuar a luta em defesa dos d…