O Conselho de Autorregulação do Sistema de Autorregulação de Telecomunicações (SART) aprovou nesta sexta-feira, 12, o Normativo de Cobrança, com regras para orientar as operadoras na cobrança de produtos e serviços de telecom. O normativo traz compromissos sobre forma de pagamento, negociação de dívidas, contestação de cobrança, devolução de valores e rescisão contratual.

O SART já tinha aprovado no passado outras iniciativas de autorregulação do setor de telecom, como o Código de Conduta de Telemarketing e os Normativos de Oferta e de Atendimento.

O sistema de autorregulação das teles foi lançado em março de 2020, por uma iniciativa das empresas de telecomunicações Algar Telecom, Claro, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. Tem o objetivo de criar um ambiente mais moderno de regulação, com elaboração de códigos de conduta seguidos pelos participantes.

O Conselho é formado por sete representantes das prestadoras signatárias e cinco conselheiros independentes. O sistema de autorregulação é um conjunto de procedimentos e normas aprovadas e aplicadas pelas próprias empresas de telecomunicações que compõem o SART.

ALGUNS PONTOS DO NORMATIVO DE COBRANÇA

O texto aprovado pelas operadora preconiza que as teles deverão sempre revalidar o créditos pré-pagos acumulados, em caso de nova recarga do usuário. Na recarga, o consumidor deverá sempre ser informado sobre a vigência da oferta. Também deverá ser avisado quando a oferta estiver próxima de se encerrar, bem como o esgotamento dos créditos.

No pós-pago, o consumidor poderá pedir segunda via de uma cobrança não realizada nos últimos seis meses, sem custo. Para prazos maiores, a operadora pode, ou não, cobrar uma taxa de emissão de segunda via.

Em caso de ressarcimento por cobranças indevidas, a operadora terá de pagar o consumidor via sistema bancário, mas o cliente deverá requisitar tal pagamento. Se não o fizer, a operadora poderá oferecer crédito ou abatimento da fatura futura.

O normativo de cobrança, completo, pode ser baixado aqui.

Fonte: Telesintese

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Brasil será laboratório para ferramenta de bloqueio de celular do Google

Gigante lançou no Brasil, sem previsão ainda de implantação no resto do mundo, três ferram…