TIM desconsidera Pauta de Reivindicações e precariza salários e benefícios oferecendo ZERO de reajuste como proposta de ACT. Crise no setor de Telecom? Só sendo miota cara de pau…

Informamos aos trabalhadores da TIM que o SINTTEL-PI, juntamente com os demais sindicatos da FITRATELP (RS, MG, MA, PA, PB DF, SE), esteve reunido no dia 21 de outubro, em São Paulo, com a bancada patronal para mais uma rodada de “negociações” acerca do Acordo Coletivo 2015/2016.

Em primeiro lugar, gostaríamos de externar todo nosso repúdio e nossa indignação com a postura pueril exercida pela área de Recursos Humanos da empresa que, seguindo a tendência dos demais RH’s das Telecom’s, têm servido apenas de emissários/mensageiros, sem nenhum poder de decisão, daqueles que, verdadeiramente, detém a “chave do cofre” dessas multinacionais.

Desconsiderando fatos, números e resultados os representantes da TIM insistiram em trazer para dentro da empresa uma crise que, até o momento passa ao largo do setor de Telecomunicações (confira alguns indicadores no final do informativo), e acenaram com uma proposta de ACT, para o período 2015/2016, com ZERO DE REAJUSTE SOBRE SALÁRIOS E BENEFÍCIOS. Isso mesmo, ZERO! Chegaram ao desplante de garantir que nenhum benefício será retirado, como se esses benefícios e salários já não estivessem garantidos pelo ACT vigente.

Desta feita, alertamos a TIM que, SEM OBSERVAR NOSSA PREMISSA DE NEGOCIAÇÃO QUE PREVÊ REAJUSTES A PARTIR DA REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO (9,88%) NA DATA-BASE, E DISCUTIR CONCRETAMENTE A PAUTA DE REIVINDICAÇÃO NÃO HAVERÁ ACORDO, E O CAMINHO SERÁ O DISSÍDIO COLETIVO.

Aos trabalhadores fica o sentimento de que chegou a hora de externar toda nossa insatisfação contra a DESVALORIZAÇÃO, a SEGREGAÇÃO, a PRECARIZAÇÃO e FALTA DE RECONHECIMENTO PROFISSIONAL praticados dentro da TIM. Ressaltamos que o SINTTEL-PI NÃO ASSINARÁ ACORDOS COM REAJUSTES ABAIXO DO ÍNDICE DE INFLAÇÃO, e que os trabalhadores precisarão estar alinhados com o sindicato em defesa dos nossos direitos e conquistas em quaisquer instâncias possíveis.

Fiquem atentos aos próximos informativos.

ALGUNS NÚMEROS E RESULTADOS DA TIM REFERENTES AO 2º TRIMESTRE/15
(fonte: site da TIM/relação com investidores e acionistas)
CRESCIMENTO de 11% a.a. no segmento do PÓS-PAGO;
CRESCIMENTO de 42% a.a. no ARPU (receita média por usuário)
CRESCIMENTO de 44% a.a. na Receita de DADOS (ou Serviços Móveis Inovadores)
CRESCIMENTO de 15% a.a. na Receita FIXA
CRESCIMENTO de 27% do CAPEX (investimentos)
REDUÇÃO de 3,3% do OPEX (custos operacionais)
CRESCIMENTO de 153,4% a.a. do LUCRO LÍQUIDO REPORTADO, totalizando R$ 926 milhões.

Artigos Relacionados
Leia mais em Todas as Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Trabalhadores na Rede Conecta paralisam atividades em Teresina

Na manhã desta quarta-feira (17) os trabalhadores na empresa Rede Conecta, terceirizada da…