Por uma ampla maioria de votos os empregados da empresa ALMAVIVA DO BRASIL, filiais de Teresina, rejeitaram a proposta oferecida pela empresa para reajustar salários e benéficos a partir de 1° de fevereiro de 2015. A novidade trazida pela empresa que foi rejeitada maciçamente pela categoria foi a exclusão dos Teleoperadores do reajuste salarial. Segundo a empresa, os salários dos Teleoperadores foram reajustados a partir de 1° de janeiro, passando para setecentos e oitenta e oito reais, pela politica de recuperação do salário mínimo defendida pelos Sindicatos através de negociação com o Governo Federal, além disso, a empresa também considera que o Piso Salarial dos seus empregados é o Salário Mínimo, o que discordamos insistentemente na Mesa de Negociação. Como a empresa se recusou a acatar a proposta defendida pelo Sindicato foi criado um impasse e a necessidade da categoria se manifestar sobre a proposta. A resposta foi imediata e a esperada com a rejeição incontestável dos valores propostos pela ALMAVIVA.

 OS NÚMEROS DAS ASSEMBLÉIAS

A categoria dos empregados da ALMAVIVA é muito grande, formada por dois locais de trabalho com mais de dois mil trabalhadores. Por esse motivo foi necessário fazer um processo de votação em que todos participassem de forma democrática, sem nenhuma distinção de local ou cargo da contratação, afinal todos os empregados da empresa são abrangidos igualmente e se beneficiam do Acordo Coletivo de Trabalho negociado.

RESULTADOS

SÃO PEDRO DIRCEU

Votos a favor da proposta: 447 463

Votos contra a proposta da empresa: 1.139 1.144

Não quiseram votar: 50 57

Votos Nulos 24 3

E AGORA O QUE VAI ACONTECER?

Uma negociação é composta por varias etapas onde a primeira delas é a Composição Pauta de Reivindicações que é apresentada à Empresa. A segunda etapa é o inicio das negociações de fato, onde cada uma das reivindicações é respondida pela empresa e a negociação acontece com propostas e contrapropostas até esgotar os limites de cada uma das partes onde, a partir deste ponto a categoria deve ser consultada para deliberar sobre o que foi negociado pelos seus representantes. O Sindicato através da sua Comissão de Negociação cumpre o seu papel defendendo as propostas da Categoria que foi apresentada na Pauta, mas quem decide são os trabalhadores e é exatamente isso que está acontecendo agora. Como a Empresa não aceitou a proposta dos trabalhadores a Assembleia rejeitou a proposta da Empresa, portanto devemos voltar para a Mesa de Negociação e apresentar uma nova proposta e também ouvir qual a resposta da empresa diante da recusa da categoria.

Sendo assim, o Sindicato já comunicou oficialmente a ALMAVIVA a recusa da proposta e solicitou uma nova reunião para continuar negociando. A Empresa demonstrou que está disposta a continuar a negociação, mas, caso se recuse a melhorar para valores aceitáveis a categoria já aprovou a realização de paralizações e greve!

RESULTADO DA VOTAÇÃO SOBRE A PARALIZAÇÃO E GREVE

RESULTADOS

SÃO PEDRO DIRCEU

A favor da Paralização/Greve 832 748

Contra Paralização/Greve: 101 108

Não quiseram votar: 94 73

Votos Nulos 206 317

 TOTALIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DISPOSTOS A PARARALIZAR

Votos a favor: 1.580 Não quiseram votar: 167

Votos contra: 209 Votos Brancos e Nulos: 523

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

CUT-PI realizou live que discutiu a situação epidemiològica no estado

A CUT-PI, realizou uma Live nesta segunda-feira (12), pela plataforma virtual Google Meet,…