A Geração Editorial e as entidades parceiras na organização: SINTTEL-PI, CUT, SINDICATO DOS BANCÁRIOS, SINDICATO DOS URBANITÁRIOS, FITTEL, SINSEP-PI, SINDICATO DAS BEBIDAS E CIVITAS, – convidam para o lançamento do livro o Príncipe da Privataria em Teresina, na próxima sexta-feira, 17 de janeiro, às 19 horas, na auditório do Sinttel-PI.

O evento contará com a presença do autor da obra, o jornalista Palmério Dória, do sindicalista João de Moura Neto, do professor Wellington Soares, do presidente da CUT-PI Paulo de Oliveira Bezerra e dos deputados do PT, Fábio Novo, João de Deus e Assis Carvalho.

Contamos com a presença de todos!!!

 

Mais informações:

“O Príncipe da Privataria” retrata os dois mandatos de FHC, que vão de 1995 a 2002, as polêmicas e contraditórias privatizações do governo do PSDB e revela, com profundidade de apuração, quais foram os trâmites para a compra da reeleição, quem foi o “Senhor X” –a misteriosa fonte que gravou deputados confessando venda de votos para reeleição– e quem foram os verdadeiros amigos do presidente, o papel da imprensa em relação ao governo tucano, e a ligação do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) com a CIA, além do suposto filho fora do casamento, um “segredo de polichinelo” guardado durante anos.

Após 16 anos, Palmério Dória apresenta ao Brasil o personagem principal do maior escândalo de corrupção do governo FHC: o “Senhor X”. Ele foi o ex-deputado federal que gravou num minúsculo aparelho as “confissões” dos colegas que serviram de base para as reportagens do jornalista Fernando Rodrigues publicadas na Folha de S. Paulo em maio de 1997. A série “Mercado de Voto” mostrou da forma mais objetiva possível como foi realizada a compra de deputados para garantir a aprovação da emenda da reeleição.

O autor e o coautor desta obra, o também jornalista da velha guarda Mylton Severiano, viajaram mais de 3.500 quilômetros para um encontro com o “Senhor X”. Pousaram em Rio Branco, no Acre, para conhecer, entrevistar e gravar um homem lúcido e disposto a desvelar um capítulo nebuloso da recente democracia brasileira.

Palmério Dória, jornalista que trabalhou como chefe de reportagem na Rede Globo e nos jornais Folha de S.Paulo e “O Estado de S. Paulo”, também é autor de “Honoráveis Bandidos” (2009), título que conta toda a história secreta do surgimento e enriquecimento da família Sarney.

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Eleições Sistel 2021

Aos associados do SINTTEL-DF; SINTTEL-MA; SINTTEL-MG, SINTTEL-PA; SINTTEL-PB; SINTTEL-PI; …