O 5G está em estágio inicial de lançamento no Brasil, mas já chegou a diversas capitais e mesmo a alguns outros municípios de estados de várias regiões do país. Conforme as instalações avançam, uma pergunta que já ronda os entusiastas há algum tempo volta à baila: e aí, quando trocar para um celular 5G e assinar um serviço do gênero? Pois de acordo com uma pesquisa da Ericsson ConsumerLab, 69% dos usuários de smartphone no Brasil pretendem migrar para a quinta geração móvel no próximo ano.

As promessas de melhor velocidade e estabilidade, pelo visto, estão fazendo a diferença no mercado. Segundo esse levantamento global feito pelo braço de comportamento do consumidor da fabricante, 32% dos usuários da conectividade por aqui já passam metade do tempo deles conectados à nova frequência de dados, além de utilizarem mais de três serviços digitais.

Ao mesmo tempo, 60% dos consumidores querem recursos personalizados de 5G para suas necessidades — que vão desde o streaming até acesso a jogos e softwares de realidade aumentada. Dentro dessa última seara, no Brasilç, 54% dos respondentes que usam 4G atualmente disseram nessa pesquisa que usarão mais aplicativos de RA quando tiverem o 5G em mãos.

O dado no geral é acima da média dos mercados pesquisados. Para formatar o relatório “5G: The Next Wave”, a Ericsson ConsumerLab diz ter consultado 49 mil consumidores em 37 países. No total, 30% dos consumidores globais (algo na faixa de 510 milhões de pessoas) têm planos de assinarem um serviço 5G em 2023.

Para quem já usa a conectividade em outros países, a visão é de que os usuários do 5G passam uma hora a mais por semana do que quem usa 4G mergulhados em serviços relacionados ao metaverso, como jogos, compras virtuais e apps sociais. Até 2025, essa margem do tempo dedicado a vídeos pode crescer em até duas horas com a maior adoção do 5G também.

 

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

HADDAD: Pix crédito ai

Segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, até meados de 2022 a nova modalidade do pa…